EM 15-04-1981, FOI CONSTITUÍDA A ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DE PARANHOS DA BEIRA, POR ESCRITURA PÚBLICA, COM A FINALIDADE DE CRIAR UM “CENTRO DE DIA E LAR PARA A 3ª IDADE”. 

EM 30-09-1984, FOI INAUGURADO O CENTRO DE DIA, PELO SAUDOSO DR. JOÃO GOMES, NA QUALIDADE DE GOVERNADOR CIVIL DO DISTRITO DA GUARDA, NA COMPANHIA DE OUTRAS ENTIDADES OFICIAIS.

EM 11-02-1985, RECEBÍAMOS OS PRIMEIROS 11 IDOSOS QUE NO FINAL DO MÊS RONDAVAM OS 30 UTENTES. NOTAVA-SE UMA PROCURA BASTANTE CONSIDERÁVEL, LEVANDO A DIRECÇÃO A PENSAR NA CONSTRUÇÃO DE QUARTOS DADO QUE OS PEDIDOS ERAM CONSTANTES, OS QUARTOS ERAM NECESSÁRIOS.

DOS CONVÍVIOS REALIZADOS COM OUTRAS INSTITUIÇÕES, LANÇAMOS O 1º TORNEIO DA BISCA E DOMINÓ EM 1988, O QUAL TEM ESTADO EM ACTIVIDADE ATÉ ENTÃO.

EM 1988 MANDAMOS O 1º GRUPO DE IDOSOS PASSAR FÉRIAS NA BARRA DE AVEIRO, TENDO AÍ REALIZADO UM CONJUNTO DE ACTIVIDADES CULTURAIS, BANHOS E PASSEIOS, CONFORME SE VÊ NAS FOTOS.

DE ENTÃO A ESTA PARTE, TEMOS MANTIDO UMA ACTIVIDADE CULTURAL MUITO DIVERSA EM CONJUNTO COM OUTRAS INSTITUIÇÕES.

A VILA DE PARANHOS DA BEIRA, CORTADA PELA ESTRADA NACIONAL 231 DISTA DE NELAS 12 KM E 11 KM DE SEIA E 35 KM DE VISEU.

É UMA VILA HOSPITALEIRA, COM AS SUAS CARACTERÍSTICAS PRÓPRIAS E CONTA COM UM CONJUNTO DE SERVIÇOS, DESDE O TURISMO RURAL PASSANDO PELAS VÁRIAS INSTITUIÇÕES CULTURAIS E ASSOCIATIVAS, TODAS ELAS EM FRANCA EXPANSÃO, BEM COMO SERVIÇOS PÚBLICOS.
PARANHOS DA BEIRA TERRA DE FIDALGOS E CASAS DE BRASÃO.

A INSTITUIÇÃO CONTA NO SEU EQUIPAMENTO COM 62 CAMAS E CAPACIDADE PARA 20 UTENTES EM CENTRO DE DIA, 3 SALÕES DE CONVÍVIO PARA IDOSOS E UM ESPAÇO PARA ACTIVIDADES CULTURAIS.

 

CENTRO DE DIA E LAR DE PARANHOS DA BEIRA

 

Resumo de Memórias

da

Associação Humanitária de Paranhos da Beira

 

1979 – A Comissão de Festas do Senhor do Calvário, por proposta de seu Presidente Senhor José Vaz de Castro, fica resolvido que o saldo da festa seja depositado no Banco para a construção de um Centro de Dia.

1980 – A Junta de Freguesia de Paranhos da Beira, constituída por José Vaz de Castro, Mário Henriques da Rocha e João Almeida Rocha, reuniram com a população na Creche, para debater a construção de um Centro de Dia, em terrenos doados pelo saudoso Lucas Rocha Santos Júnior, mais conhecido pelo Luquinhas.

1981 – A Junta de Freguesia pediu à Câmara Municipal o projecto de construção do Centro de Dia, o qual foi elaborado pelo Gabinete Técnico de Seia – GAT.
Em 15 de Abril um grupo de pessoas de boa vontade subscreveu a Escritura Pública da Associação Humanitária de Paranhos da Beira.

1982 – Em principio do ano é iniciada a construção com apenas 249 contos, resultado do saldo das festas de 1979 do Senhor do Calvário, sobras das obras de montagem do relógio, na torre, do parqueamento e montagem de baloiços e bancos no adro da igreja mas também com a oferta de um filho de Paranhos da Beira, que reside em S. João da Madeira, através de seu pai António Pais Vicente Cardoso, que perfaz o total acima referido e sem a Obra em PIDAC.

1984 – Em Junho deste ano, aproveitando a vinda a Travancinha do Senhor Doutor Luís Barbosa, Ministro dos Assuntos Sociais, conseguimos através do nosso 1º Presidente da Assembleia Eng.º Sousa Freitas que viesse visitar a obra de construção já bastante adiantada, fazendo-se acompanhar entre outras entidades o Senhor Doutor Louro, Director do Centro Regional da Segurança Social da Guarda.

1984 – Em 30 de Setembro é finalmente inaugurado o Centro de Dia pelo Senhor Governador Civil do Distrito da Guarda, o saudoso Dr. João Gomes, entre outras Entidades, não esquecendo os Ilustres Presidente da Câmara Municipal de Seia e o Director do Centro Regional da Segurança Social da Guarda.

1985 – Em 11.02.1985 é servida a 1ª refeição com apenas 12 idosos, mas rapidamente chegámos aos 33, no prazo de 30 dias.

1985 – Em Setembro deste ano, recebemos a ilustre visita do Senhor Professor Cavaco Silva, Primeiro Ministro de Portugal. Hoje, Presidente da República.

 

 

1987 – Reconhecendo-se a necessidade de construir quartos para alojamento a idosos em estado de falta de condições e acompanhamento em suas casas, havia que pensar e apostar fortemente neste campo. Assim, resolveu a Direcção arranjar um projecto para os quartos, pedir autorização ao Centro Regional para os construir, o que levou algum tempo, não concordando com a nossa ideia. No entanto, devido à nossa petição e constantemente com o reforço do nosso pedido, acabámos por conseguir. Depois, não havia terreno suficiente para a sua implantação. Não foi possível com a Sra. D. Ana Maria a venda de 2,5 metros de largo e 60 de fundo. Mais tarde, resolvemos com a Sra. D. Ausendinha e filhas, que nos venderam 75 metros quadrados.

1990 – A construção dos quartos foi adjudicada à firma José Pires Pinheiro, Lda. para construir a estrutura e acabamento do rés-do-chão, o que terminou em fins de Agosto de 1992. Ficando o 1º andar para dividir e acabar.

1991 – Em 29 de Junho deste ano, recebemos a Ilustre visita de Sua Excelência o Senhor Doutor Silva Peneda, Ministro da Solidariedade Social, tendo visitado a obra dos quartos, que ficou muito satisfeito com o que viu e do trabalho realizado; visita esta, integrada na inauguração do Edifício da Associação de Melhoramentos de Paranhos da Beira, e sede da Junta de Freguesia.

1992 – Em Novembro deste ano recebemos os primeiros idosos nos quartos do rés-do-chão.

1993 – Em 30 de Janeiro, esta casa teve a honra de receber a visita do Secretário de Estado do Trabalho e Solidariedade Social, para inaugurar a 1ª fase dos quartos no rés-do-chão, Doutor José Luís Vieira de Castro, bem como outras entidades destacadas, por exemplo, Presidente da Câmara Municipal de Seia, Governador Civil da Guarda, Director do Centro Regional da Segurança Social e muitas entidades oficiais e civis.

 

 

1993 – Em 10 de Junho tivemos a honrosa visita de Sua Reverendíssima D. António dos Santos, Bispo da Guarda, visita muito significativa para os idosos do Centro de Dia e Lar. Foi uma visita muito importante para todos, visto não ter visitado outra Instituição nesta Vila.

1996 – Também em 26 de Setembro recebemos a visita do Ilustre Secretário de Estado do Trabalho e da Solidariedade Social, Doutor Rui Cunha, o Senhor Presidente da Câmara Municipal de Seia, o Director do Centro Regional de Segurança Social da Guarda, entre outras individualidades representativas, para visitar o acabamento dos quartos do 1º andar e o espaço envolvente.

 

 

Atrás fica um trabalho cultural realizado, como V. Exas. podem analisar na retrospectiva fotográfica, de uma boa parte, no sentido de dar uma vida aos nossos idosos de alegria e participação, desde as férias na Barra de Aveiro, dezenas de convívios, jogos tradicionais, torneios de bisca e dominó, lançados por nós em 1988 e Concurso de Poesia “Sorrir é Viver”, também lançado em 2003. Levámos as nossas canções e a nossa alegria a várias instituições e todos se divertiram. Organizámos inúmeros convívios. Participámos em todos os eventos na Guarda, os nossos idosos estiveram no dia dos Avós em Trancoso, nos passeios culturais da Câmara Municipal de Seia, mas também no dia do Idoso, anualmente.

 

 

Temos mantido um intercâmbio com a EB1 de Paranhos da Beira e variadíssimas instituições, realizámos diversos almoços fora de portas. Tudo isto para dar uma qualidade de vida saudável, para que a solidão não os possa vencer. A nossa alegria provocou lágrimas em certos idosos, desabafando que eles não tinham quem os animasse. A ocupação dos idosos é fundamental nestas circunstâncias, seja através da poesia, pintura, bordados ou jogos, para que a solidão e o desânimo não os vença. Ela pode ser uma doença grave.

Saibamos hoje lidar com estas situações, para que amanhã possamos colher os frutos destas pequenas sementinhas, muito importantes. Porque “ Dar é Receber”

 

Paranhos da Beira, 09 de Julho de 2006

O Presidente da Direcção

José Vaz de Castro

 

 

SOLIDARIEDADE É DAR E RECEBER